Guaraná | Blog/Notícias
1815
page,page-id-1815,page-template,page-template-blog-large-image,page-template-blog-large-image-php,ajax_fade,page_not_loaded,,select-theme-ver-1.3,vertical_menu_enabled, vertical_menu_transparency vertical_menu_transparency_on

Guaraná com teor acima de 4% Cafeína

Guaraná com teor acima de 4% Cafeína direto do produtor

Produtor produzindo em sintonia com a natureza

Paullinia cupana Kunth, vulgarmente chamado guaraná, guaranazeiro e uaraná, é um cipó originário da Amazônia. É encontrado no Brasil, Peru, Colômbia e Venezuela, sendo cultivado principalmente no município de Maués, no estado do Amazonas e na Bahia. Pertence a família Sapindaceae.

O nome Paullinia foi atribuído por Lineu ao género a que pertence o guaraná em homenagem ao médico e botânico alemão Simon Pauli. “Guaraná” é oriundo do tupi wara’ná .

O guaraná é um estimulante: aumenta a resistência nos esforços mentais e musculares e diminui a fadiga motora e psíquica. Por meio das xantinas que possui (cafeína e teobromina), o guaraná produz maior rapidez e clareza do pensamento . Entretanto, se ingerido em excesso, provoca efeitos colaterais como insônia, irritabilidade, taquicardia, azia e dependência física

Em algumas região do Brasil o Guaraná não produz a Cafeína muita gente acaba comprando lebre por gato. Também existe o marketing, onde brasileiro compra e vende qual quer coisa e a cultura do Brasileiro não sabe o que bebe e nem o que está comendo.

Algumas variedade de Guaraná produzido no Vale as margens de um rio que nasce na reserva indígena dos Uru-Eu-Wau-Wau produz guaraná com alto teor de Cafeína conforme laúdo feito a década e futuros laúdo que estamos fazendo em nosso campo experimental o teor de Cafeína está na média de 4,0 de Cafeína. Encontramos um pé de guaraná que produz entre 10 a 15 Kg dependendo do ano.

Não existem evidências científicas de que quantidades moderadas de cafeína (aproximadamente 300mg/dia) sejam prejudiciais à saúde de um indivíduo saudável. O que se sabe é que o consumo superior a 400mg por dia pode levar ao chamado “cafeinismo”, que tem sintomas como ansiedade, inquietação, irritabilidade, tremores, perda de apetite, tensão muscular e palpitações no coração.

Algumas análises em laboratórios, comparando o guaraná em pó com o pó de café, demonstraram que o guaraná chega a ter até três vezes mais cafeína do que o café, o que exige cuidado no seu consumo. A dose segura de utilização do guaraná em pó ainda não está claramente determinada. Em uma quantidade entre 3g e 15g pode ser encontrado até 550mg de cafeína, o que já acarretaria sintomas de “cafeinismo”. Sugere-se então o consumo de 2g ou, no máximo, de 5g (1 colher de chá) do guaraná em pó por dia. Para quem quer usar o guaraná como um estimulanteem substituição ao café, o ideal é consumir pela manhã e evitar a utilização à noite, que pode causar insônia.

O guaraná contém: cafeína, proteína, açúcares, amido, tanino, potássio, fósforo, ferro, cálcio, tiamina e vitamina A dependendo dos cuidados técnico no campo colheita, pode chegar a 5% cafeína.  Em 1998 fizemos os primeiros analises, nos anos seguintes fizemos outros analises. Em 2015 a nossa intenção e exportar direto a nossa Safra.

Guaraná Contém cafeína Todos nossos lote proxima safra 2015 vai com laudo
proteína Todos nossos lote proxima safra 2015 vai com laudo
açúcares Todos nossos lote proxima safra 2015 vai com laudo
amido Todos nossos lote proxima safra 2015 vai com laudo
tanino Todos nossos lote proxima safra 2015 vai com laudo
potássio Todos nossos lote proxima safra 2015 vai com laudo
fósforo Todos nossos lote proxima safra 2015vai com laudo
ferro Todos nossos lote proxima safra 2015 vai com laudo
cálcio Todos nossos lote proxima safra 2015 vai com laudo
tiamina Todos nossos lote proxima safra 2015 vai com laudo
vitamina A Todos nossos lote proxima safra 2015 vai com laudo

Mudas de Guaraná

DSC05375

Muda de Guaraná na  década  de 70 em Ariquemes  RO. Se criou no  papel  a  Susiguare  um  viveiro  que  buscou   milhares  de  sementes  de guaraná   em maués, produziu mudas e distribuiu a centenas de produtores,   cada  um  plantou na média de  1000 pés.    A região chegou  a produzir mais de  500 toneladas, ouve  uma  época  que vizinhos queimava as lavouras  de guaraná  do outro vizinho  e  as  coisas  ficava  por isso mesmo.  Aqui  em Rondônia  a  única Lei que funciona  e  a grossura  da cartucheira.  Se você denuncia os criminoso você nunca mais tem paz, você tem que vender a  sua propriedade barato para  eles  e sumir.

Por  exemplo eu faço parte  desta turma  que  a  mais  de  30 anos  plantou  Guaraná  em  Ariquemes  RO.  Hoje  somos  uma meia dúzia  de  sobrevivente que produz  uma pequena  quantidade  de guaraná.  waldecy@bioflorestal.com.br  http://guarana.agr.br/guarana_queimado.html

Guaraná de Rondônia

Paullinia cupana Kunth, vulgarmente chamado guaraná, guaranazeiro e uaraná, é um cipó originário da Amazônia. É encontrado no Brasil, Peru, Colômbia e Venezuela, sendo cultivado principalmente no município de Maués, no estado do Amazonas e na Bahia. Pertence a família Sapindaceae.

O nome Paullinia foi atribuído por Lineu ao género a que pertence o guaraná em homenagem ao médico e botânico alemão Simon Pauli. “Guaraná” é oriundo do tupi wara’ná .

O guaraná é um estimulante: aumenta a resistência nos esforços mentais e musculares e diminui a fadiga motora e psíquica. Por meio das xantinas que possui (cafeína e teobromina), o guaraná produz maior rapidez e clareza do pensamento . Entretanto, se ingerido em excesso, provoca efeitos colaterais como insônia, irritabilidade, taquicardia, azia e dependência física

Em algumas região do Brasil o Guaraná não produz a Cafeína muita gente acaba comprando lebre por gato. Também existe o marketing, onde brasileiro compra e vende qual quer coisa e a cultura do Brasileiro não sabe o que bebe e nem o que está comendo.

Algumas variedade de Guaraná produzido no Vale as margens de um rio que nasce na reserva indígena dos Uru-Eu-Wau-Wau produz guaraná com alto teor de Cafeína conforme laúdo feito a década e futuros laúdo que estamos fazendo em nosso campo experimental o teor de Cafeína está na média de 4,0 de Cafeína. Encontramos um pé de guaraná que produz entre 10 a 15 Kg dependendo do ano.
Não existem evidências científicas de que quantidades moderadas de cafeína (aproximadamente 300mg/dia) sejam prejudiciais à saúde de um indivíduo saudável. O que se sabe é que o consumo superior a 400mg por dia pode levar ao chamado “cafeinismo”, que tem sintomas como ansiedade, inquietação, irritabilidade, tremores, perda de apetite, tensão muscular e palpitações no coração.

Algumas análises em laboratórios, comparando o guaraná em pó com o pó de café, demonstraram que o guaraná chega a ter até três vezes mais cafeína do que o café, o que exige cuidado no seu consumo. A dose segura de utilização do guaraná em pó ainda não está claramente determinada. Em uma quantidade entre 3g e 15g pode ser encontrado até 550mg de cafeína, o que já acarretaria sintomas de “cafeinismo”. Sugere-se então o consumo de 2g ou, no máximo, de 5g (1 colher de chá) do guaraná em pó por dia. Para quem quer usar o guaraná como um estimulanteem substituição ao café, o ideal é consumir pela manhã e evitar a utilização à noite, que pode causar insônia.

O guaraná contém: cafeína, proteína,açúcares, amido,tanino,potássio, fósforo, ferro, cálcio, tiamina e vitamina A dependendo dos cuidados técnico no campo colheita, pode chegar a 5% cafeína. Em 1998 fizemos os primeiros analises, nos anos seguintes fizemos outros analises. Em 2015 a nossa intenção e exportar direto a nossa Safra.